terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Tratamento de Fachadas no ArchiCAD

Nas postagens das Casas Conceituais #1 e #2, foram mostradas as suas principais fachadas, com tratamento de cor, texturas e sombreamento, fato é que chamou a atenção de alguns visitantes que, duvidosos, pediram para lhes mostrar como é possível realizar tais tipos de tratamento no ArchiCAD.

Com base nisso, será usado o modelo abaixo para exemplificar os conceitos que ajudam a dar outros tratamentos nas fachadas (ou como o ArchiCAD chama, nos alçados).

Edifício que será usado como modelo

Quando é traçada a linha de alçado e esta é aberta, caso o usuário esteja usando as definições padronizadas do programa, certamente ele verá uma fachada semelhante a esta.


Fachada executada com as definições padronizadas do programa.

Para obter um resultado diferenciado, é preciso redefinir o alçado no que tange a visualização gerada, para isso, o primeiro passo será entrar nas definições do alçado executado (como mostra abaixo).


Quando a janela é aberta, haverá a guia chamada “Visualização do Modelo” que é responsável por estabelecer como será vista sua fachada. Ela também existe na ferramenta Corte (onde é possível realizar os mesmos tipos de tratamento).

ILUSTRAÇÃO DAS DEFINIÇÕES PARA VISUALIZAÇÃO DO MODELO 
(clique para vê-la maior)



Para Colorir fachada: 

O item “Preencher superfícies em Vista” (número 1 da figura acima) indica como será colorida à fachada. As opções “Cores Próprias do Materiais - Não Sombreado” e “Cores Próprias dos Materiais - Sombreado” permitirão que sejam colocadas cores de acordo com o materiais que foram definidos em paredes, cobertura, portas, janelas, etc. A diferença entre as duas opções é que o Sombreado tem um realce melhor, principalmente para elementos curvos.

 Duas fachada ajustadas com Cores Próprias dos Materiais.

Para definir um traço único (ou monocromático):

Caso o usuário não queira mostrar a fachadas com as linhas alaranjadas (tal como está determinado nas definições padronizadas), uma das formas é marcar a opção Caneta Uniforme para Contornos Não Cortados” (item 2 da ilustração das definições), logo abaixo surgirá também a opção de qual caneta utilizar. Esta opção é boa para quem desejar fazer fachadas monocromáticas.

Exemplo de fachada com contorno em caneta uniforme (traço preto), 
com sombreamento e sem as cores dos materiais.


Texturas e Transparência:

Com a opção Tramas Vectoriais 3D ativada (item número 3 da ilustração das definições), o ArchiCAD mostrará a fachada com as hachuras (tramas), de acordo com o material aplicado nas paredes, lajes, vigas, etc. Vale lembrar que para a textura ter cor, deve-se ir no item “Preencher superfícies em Vista”.

No caso da transparência (item 4), se estiver marcado, é possível dar esse efeito nos elementos envidraçados, de modo que é possível ver o que tem dentro do edifício naquele determinado trecho. Em certos casos, é recomendável deixar desmarcado para evitar um desenho muito profuso.

Exemplo de fachada ajustada com cores dos materiais, 
tramas vetoriais para texturas, sombreamento e sem transparência no vidro.

Sombras na Fachada:

Ativando as Sombras do Sol (item 5 da ilustração das definições), o ArchiCAD definirá a fachada com sombras a 45º.

Fachada com diferenciação de traço:

A opção Área Distante Marca (item 6 da ilustração das definições) possibilita a diferenciação de traços para elementos próximos e distantes do plano do observador. 

Quando este item é ativado, as opções mostradas anteriormente se repetirão abaixo, onde o usuário poderá definir se a região distante receberá um contorno único (neste caso um traço mais fino), tramas vetoriais para texturas, sombras, etc.


Quando é marcada a Área Distante surgirá no projeto uma linha intermediária que define onde será a área próxima e onde será a distante. Sendo:
  • Área próxima: aquela que fica entre a linha de alçado e a intermediária;
  • Área distante: aquilo que fica a partir da linha intermediária adiante.


    Fachada com diferenciação de traço. 
    Nesse caso a linha intermediária ficou delimitada conforme a figura de cima, 
    de modo que a parte curva do edifício (que está atrás da linha intermediária)
    ficou com uma tratamento diferenciado.

    Esta linha que diferencia o próximo do distante pode ser alterada (em planta baixa), clicando no seu ponto quente e solicitando o comando "Mover segmento da linha de corte" que aparece na paleta flutuante (ver figura abaixo).


    As opções mostradas na guia Visualização do Modelo foram abordadas separadamente, porém o usuário pode mesclar diversas possibilidades. As figuras mostradas nos exemplos comprovam bem isto. O usuário pode deixar a fachada apenas monocromática e com texturas, ou, colorida sem texturas, monocromática sombreado e sem texturas, entre outros. O fato é que o ArchiCAD possui mecanismos que dão esta flexibilidade e proporciona vários resultados finais com um elevado nível que qualidade e rapidez.